quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Reconhecendo diploma de Bióloga na Alemanha - parte 2


--------------------------------------------------------------------------------------------

ATUALIZAÇÃO - Outubro/2015

Pessoal, vi que o site do KMK teve algumas mudanças. O post é de Nov/2014, e eu fiz a equivalência no final de 2013. Portanto, algumas coisas podem (e devem estar) desatualizadas. Por exemplo: para documento em português, parece que não é mais necessário tradução (oh yeah!).

Para confirmar todas as informações, consultem a página oficial do Kultusminister Konferenz (KMK) - www.kmk.org.


A página referente a documentos brasileiros é essa aqui: http://www.kmk.org/zab/zeugnisbewertung-hochschulqualifikationen/einzureichende-dokumente/brasilien.html


Viel Glück :)
--------------------------------------------------------------------------------------------



VEJA A PARTE 1 AQUI - Reconhecendo diploma de Bióloga na Alemanha - parte 1
Ok. Agora que você:

- já sabe que sua Universidade e seu curso são reconhecidos;
- já sabe se sua profissão é regulamentada ou não na Alemanha;

- tem seus documentos todos aí,

...o primeiro passo seria marcar um Termin com um Berater ou Beraterin, que vai facilitar muito sua vida, e de graça. Ela vai analisar seu caso específico e te aconselhar sobre as possibilidades de equivalência e reconhecimento que você tem, dar suporte e acompanhar seu processo de reconhecimento, e quando seu papel vier, vão te ajudar a entender o que veio escrito e te mostrar as possibilidades que você tem a partir disso.

Eu descobri onde tinha esse aconselhamento através do site Annerkenung in Deustchland, na página "Beratung IQ NETZWERK", onde tem um mapinha com todos os locais que fazem Beratung em cada região. Você clica naquele que estiver mais próximo de você, e ele vai te mostrar todos os endereços e contatos nessa área, pra marcar o Termin.

Aqui em Nuremberg, escolhi esse endereço abaixo, e não me arrependi. A Ansprechpartnerin foi sensacional, muito simpática, paciente, e me explicou passo a passo o que eu precisava fazer, o que eu teria em cada caso, os custos, tudo direitinho:



Zentrale Servicestelle zur Erschließung ausländischer Qualifikationen in der Metropolregion Nürnberg (ZAQ) 
Beratungsstelle Anerkennungsgesetz
Cover Flyer Nürnberg
Untere Talgasse 8
90403 Nürnberg
www.bz.nuernberg.de
Zdenka KönigTel: 0911/231 -3978
E-Mail: zdenka.koenig@stadt.nuernberg.de



Clicando aqui você pode ver um flyer dessa central que eu fui, explicando o que eles fazem, pra quem é o serviço, como chegar, tudo mais.
Liguei e marquei um dia pra ir lá, e os documentos que tem que levar no dia são:

- Certificados originais, e a tradução pro alemão caso tenha (eu tinha acabado de fazer a tradução juramentada do meu diploma e histórico escolar, com um tradutor ótimo de Munique, então levei. Também levei todos os outros certificados que eu tinha, mas sem tradução);
- Cartas e comunicação com instituições oficiais, caso você já tenha tentado reconhecimento alguma vez (eu não tinha);
- Currículo, caso você tenha um já (eu tinha, levei, em inglês e alemão);
- Identidade ou passaporte.
Indo lá seus problemas acabaram, que essa pessoa vai te explicar tudo. Mas eu vou contar mesmo assim o que eu fiz a seguir.

Em tempo: eu escolhi seguir com esse processo aí mesmo do ZAB, que é da Alemanha, mas eu poderia também ter feito através do Staatsministerium (secretaria? câmara?) de Educação e Cultura da Baviera, que tem também uma central de reconhecimentos, pra qualificações obtidas foram da Baviera. Algumas pessoas me recomendaram bem o serviço deles, mas como eu tava só esperando chegar o papel do ZAB, acabei nem indo atrás. Aqui no site deles você pode saber as informações sobre esse outro caminho (se você quiser atuar na Bavária, claro. Se não, procure esse órgão da sua região). 


Pois bem. Os próximos passos pra mim, como já tinha as traduções juramentadas, foram:

- Entrar no site do ZAB e preencher esse pré-formulário (Vorformular).
- Depois de preencher, eles vão enviar o formulário online (Online-Antragsformular) por e-mail. Se você tiver vários diplomas, eles pedem pra fazer download do formulário pra cada um deles. Eu só tinha o de bacharelado mesmo.
- Fiz o download desse formulário que eles enviaram por e-mail, preenchi no computador mesmo, e enviei de volta pra eles por e-mail.
- Além de enviar pra eles, é necessário imprimir esse mesmo formulário preenchido, e mandar via correio junto com todos os outros documentos necessários pro ZAB em Bonn. O endereço e essas instruções que eu segui você pode consultar aqui nessa página do ZAB.

Esses documentos são (confira a lista oficial em alemão aqui):

- Em cópia autenticada aqui na Alemanha: (amtlich beglaubigter Fotokopie)

• o certificado de conclusão original da qualificação de ensino superior, com as matérias e notas de todo o curso - ou seja, Diploma e Histórico Escolar com nota final. Eu não tinha o Diploma ainda, então enviei só o Certificado de Conclusão de Curso (mais o Histórico), e foi aceito; 
• o suplemento de diploma na forma padrão européia (se precisar, pergunte ao Berater, eu não precisei, nem sei o que é na verdade)

Se seus documentos não estiverem em alemão, inglês, francês ou espanhol,  você deve anexar também a cópia autenticada (aqui na Alemanha) da tradução juramentada (por um tradutor que seja juramentado aqui na Alemanha). Se seu certificado for fornecido em duas línguas (tipo português e inglês), anexe ambos.


- Em cópia simples:

• o certificado original que permitiu que você entrasse no ensino superior - talvez seja o certificado de conclusão de ensino médio, no nosso caso. Eu não tinha, mas no meu histórico da Universidade vinha constando meu ensino médio. Eu anexei uma explicação de que no Brasil a gente presta vestibular, como forma de entrar numa Universidade. A minha nota do vestibular, assim como qual vestibular era (VUNESP), também constavam no meu Histórico da faculdade.  Esse documento não precisa obrigatoriamente ser traduzido.
• Seu documento de identificação (identidade ou passaporte) 
• Caso você tenha alterado seu nome e o documento de identidade não deixe isso claro, anexe uma declaração oficial
• Evidências dos motivos, caso você não queira que o ZAB confira a validade dos seus documentos (eu coloquei que eu autorizava)

Você não deve enviar NADA ORIGINAL! Só cópias, autenticadas ou não, conforme essa lista. Eles não vão devolver nada e não se responsabilizam por seus documentos, caso você envie originais.

*Pro Brasil especificamente: pedem que anexe uma nota sobre a duração regular do curso, podendo ser um comprovante da Universidade ou resumo do "plano de estudos" (grade curricular). No meu caso, vinha essa informação na primeira página do Histórico Escolar, que era um curso de 4 anos período integral.

- Quando eles receberem seus documentos, primeiro eles vão conferir se está tudo lá. Não vão ver cada um certinho, só vão conferir se não ficou faltando nada. Eles mesmo dizem que 8 a cada 10 pedidos vêm com documento faltando ou com cópias não autenticadas (!), o que fazem com que eles nem continuem o processo. Então confira bem direitinho se você anexou tudo.

- Caso não falte nada, eles tem um prazo de 3 meses a partir do recebimento dos seus documentos pra processar seu certificado (...que no meu caso viraram 7 meses! Quando liguei, explicaram que esse atraso foi por causa do grande número de pedidos e pouca gente pra atender a demanda). 

- Assim que te disserem se todos os seus documentos estão lá e estabelecerem essa data final, vão te mandar a conta. Só se realmente estiver tudo lá é que você vai pagar a taxa. Você faz o pagamento através de uma transferência ou depósito, citando o número do seu processo nos dados da transferência.

Eu paguei 100 euros por esse documento de equivalência para o diploma de bacharelado. Agora, pelo que vi no site, custa 200 euros (!) o primeiro diploma, e mais 100 euros por diploma adicional (tipo de mestrado, por exemplo). É bem caro. Se você souber em que estado você vai trabalhar/estudar, vale a pena se informar sobre as taxas desse outro órgão que também faz reconhecimento, como eu citei o Staatsministerium aqui da Baviera.


- Depois do prazo (e talvez algum atraso, como no meu caso, que demorou quase 7 meses ao todo), eles mandam seu certificado de equivalência por correio.

Se der tudo certo, você vai receber na sua casa um envelope com dois documentos: um resumido e um extendido. O resumido você pode enviar junto com seu currículo quando se candidatar a algum emprego, por exemplo. Já o extendido vem com tudo mais especificado, caso precisem de informações mais detalhadas.

Ah, e antes que eu me esqueça: a equivalência só pode ser feita se você já tiver sua qualificação concluída. Se estiver em andamento, não é possível fazer.

Uma última observação: pense e se informe se pro seu objetivo, você REALMENTE tem que ter a equivalência. Se seu objetivo for mestrado, por exemplo, talvez seja interessante ir primeiro perguntar, no setor responsável por alunos estrangeiros da Universidade de interesse, se seus diplomas são válidos e suficientes. Como eu disse na parte 1, quem decide a equivalência dos seus estudos pra fins acadêmicos é cada Universidade, acima até da decisão do ZAB.


Se restaram dúvidas ou se você quer pegar as informações da fonte (o que é sempre bom), aí vão os sites:

IQ Netzwerk (que criou o sistema novo simplificado de reconhecimento de qualificações estrangeiras, tem muito mais coisas sobre integração, além dessa questão de reconhecimento de diploma, bem legal): http://www.netzwerk-iq.de/anerkennung_abschluesse.html

Anerkennung in Deutschland (é um site oficial)http://www.anerkennung-in-deutschland.de/html/de/index.php

Anabin (pra ver se sua Universidade e curso são reconhecidos): http://anabin.kmk.org/


Site do KMK - Kultusministerkonferenz (Ministério da Educação) - página por página:
    - Folheto explicativo geral, sobre reconhecimento, equivalência, título, etc: http://www.kmk.org/fileadmin/pdf/ZAB/Zeugnisbewertungen/Infoblatt_Anerkennung_Hochschulabschluesse_deutsch.pdf
 - Página do ZAB (Zentralstelle für ausländisches Bildungswesen): http://www.kmk.org/zab/unsere-aufgaben.html
    - Página explicando como é o certificado de equivalência que eles fornecem, o Zeugnisbewertung: http://www.kmk.org/zab/zeugnisbewertungen-fuer-auslaendische-hochschulqualifikationen.html
    - Se você é de Baden-Württemberg ou Berlin E tem uma profissão não regulamentada, mas que tem regras específicas de acordo com o estado, aqui eles explicam sobre o certificado de equivalência pra esse caso específico: http://www.kmk.org/zab/gleichwertigkeitsbescheide-fuer-nicht-reglementierte-landesrechtlich-geregelte-berufe.html
    - Página explicando sobre os títulos de grau estrangeiros (mestre, doutor, etc) e com links pras instituições de cada região, pra se informar melhor: http://www.kmk.org/zab/veroeffentlichungen-und-beschluesse/fuehrung-auslaendischer-hochschulgrade.html
    - Reconhecimento relacionados à vida escolar (tipo conclusão de ensino médio, etc): 
http://www.kmk.org/zab/anerkennung-im-schulbereich.html
    - Reconhecimentos relacionados a ensino superior: http://www.kmk.org/zab/anerkennung-im-hochschulbereich.html
    - Reconhecimentos relacionados à qualificações profissionais (incluindo essa questão de profissões regulamentadas e não regulamentadas): http://www.kmk.org/zab/anerkennung-im-beruflichen-bereich.html
    - Outras resoluções e comunicados, tipo sobre acordos entre países, etc: http://www.kmk.org/zab/veroeffentlichungen-und-beschluesse.html


9 comentários:

  1. Oi Annie! Muito obrigado pelas informações! :)

    No meu caso, a minha universidade é reconhecida como H+, mas meu curso não é reconhecido. Neste caso, como procedo?

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cristiano, desculpa não responder antes, estive afastada do blog... Mas enfim, não sei, pra ser sincera! Eu mandaria um e-mail perguntando, ou veria no site se estive algum FAQ, algo assim, com indicação do que fazer... Espero que tenha conseguido encontrar; se descobrir como fazer nesse caso, compartilha a informação aqui, talvez seja útil pra mais alguém!

      Excluir
  2. Oi Annie. No caso, se eu for mandar os certificados daqui do Brasil para o reconhecimento do diploma, preciso legalizar no consulado? ou só a autenticação em cartório vale?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parece que só a autenticação em cartório já vale. Se eles tiverem alguma dúvida sobre a validade da autenticação, podem vir a pedir que seja feita a autenticação na Alemanha (num dos locais que fazem; é a mesma coisa que no Brasil, fazem a cópia, carimbam e assinam). Dá uma olhada nesse link, tem informação mais detalhada sobre isso: http://www.kmk.org/zab/zeugnisbewertung-hochschulqualifikationen/faq-zeugnisbewertung.html#c12248

      E essa é a página atualizada sobre equivalência pelo ZAB de documentos brasileiros, especificamente: http://www.kmk.org/zab/zeugnisbewertung-hochschulqualifikationen/einzureichende-dokumente/brasilien.html

      Sobre a legalização... Dependendo pra quê você precisar, nem precisa fazer. Na faculdade em que fui pegar informação pra prestar mestrado, perguntei se precisava, e eles nem sabiam o que é!rs Me disseram no e-mail: "Não entendemos exatamente o que você quis dizer com legalização, mas só a cópia autenticada é suficiente, de toda forma." Então... sempre perguntar pra quem te pede os documentos o que é necessário! Nessa faculdade, nem mesmo a equivalência pelo ZAB teria sido necessária. E pra Ausbildung, mesmo eu tendo já a do ZAB, me pediram pra enviar tudo de novo pra fazer em Munique. :P

      Excluir
  3. Entendi ;) Quero tentar o visto pra procurar trabalho, então acho que tenho que pedir a equivalencia de qualquer modo :/
    No meu histórico não tem a carga horária, só as disciplinas. Será que posso enviar o projeto pedagógico do curso? Tem todas as informações.

    Estou preocupada por que, pela carga-horária, o meu curso, na Alemanha tem cerca de 1000 horas a mais do que aqui no Brasil. Será que meu certificado tem chance de ser reconhecido?

    ResponderExcluir
  4. Olha, tudo depende muito de qual área você é (profissional). Você conhece o grupo do facebook "Brasileiros diplomados no Brasil que vivem na Alemanha"? Lá talvez você encontre pessoas da mesma área que você, que já passaram por todo esse processo, e podem te ajudar. Dependendo da sua área nem precisa fazer equivalência pelo ZAB, e dependendo pode ser que vc precise de um reconhecimento mesmo, de uma Anerkennungsstelle ou órgão responsável pra ter autorização pra trabalhar no estado. Dependendo da área até mudam as exigências de um estado pra outro. Acho que lá no grupo você pode encontrar mais gente apta a tte dar dicas pro seu caso! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. A minha universidade e o meu curso (serviço social) são reconhecidos no site da anabin. Não achei esse grupo Annie :/

      Excluir
    3. Serviço social é uma área super procurada na Alemanha, tem muito campo de atuação, mas não sei nada sobre o processo de reconhecimento... O grupo está como "secreto" acho, por isso você não encontrou, tenta por esse link: https://www.facebook.com/groups/1493113230954653/?fref=ts Se não conseguir me fala que tentamos de outra forma. Acho que o grupo seria realmente útil pra você!

      Excluir

Ocorreu um erro neste gadget